Crotalárias reduzem em até 80% a infestação de nematoides e fixam nitrogênio no solo

Última modificação: 2019-02-28 18:12:33

A crotalária-breviflora é uma leguminosa anual, que apresenta grande potencial de uso quando plantada na sucessão, como cultura de segunda safra, para controle de nematoides. Também pode ser utilizada no plantio intercalar com o milho e outras culturas da segunda safra, devido ao seu pequeno porte, garantido fixação de cerca de 100 kg/ha de nitrogênio no solo. Para esses benefícios, a fase de plantio da leguminosa vai até meados de março para a região Centro-Oeste. Já nas regiões Norte e Nordeste, o plantio segue no período das chuvas.

De acordo com a nematologista da Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso (Fundação MT), Rosangela Silva, o plantio da crotalária reduz em até 80% a incidência de nematoides se a leguminosa for bem formada. “Além disso, ainda disponibiliza nitrogênio no solo, auxiliando na nutrição da cultura posterior”.

O consórcio da crotalária com o milho pode ser uma alternativa mais rentável ao produtor, explica o diretor comercial da Piraí Sementes, José Aparecido Donizeti. “Além de estar fazendo o controle dos nematoides e garantindo a fertilidade do solo, o agricultor ainda deve lucrar com a produção do milho de segunda safra.”

A Piraí Sementes é uma das principais fornecedoras de sementes de Crotalária-breviflora e oferece ainda orientação técnica para o plantio e manejo.

 

Piraí Sementes

Referência em sementes para adubação verde, está há 40 anos no mercado. Instalada em Piracicaba/SP, a qualidade de seus produtos é garantida pela seleção criteriosa dos campos de produção, pela tecnologia de beneficiamento e análise das sementes e, principalmente, pela equipe técnica responsável por todo o processo.

Comercializa sementes de aveia-preta, crotalária-breviflora, crotalária-juncea, crotalária-ochroleuca, crotalária-spectabilis, feijão-de-porco, guando-forrageiro arbóreo, guandu-forrageiro anão, lablab, milheto, mucuna-cinza, mucuna-preta, nabo-forrageiro e tremoço-branco.


Flávia Romanelli - assessora de comunicação